Exército celebra “Dia do Soldado” com atividades culturais, turísticas e ecológicas

As Unidades Militares do Exército Brasileiro em Niterói promovem eventos gratuitos e abertos à população, nos dias 20 e 28 de agosto, em comemoração ao "Dia do Soldado", celebrado em 25 de agosto, data do nascimento do Patrono do Exército, o Marechal Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias.

As atividades no dia 20/08, começam com uma visitação gratuita, entre 10h e 16h, à Fortaleza de Santa Cruz da Barra, em Jurujuba (Estrada General Eurico Gaspar Dutra, s/nº).

Às 16h, também na Fortaleza, haverá a apresentação da Banda de Música da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército (AD/1). Composta por 36 músicos profissionais, a Banda tocará um repertório variado, que vai do clássico ao popular, passando por composições militares.

A Fortaleza de Santa Cruz, um dos atrativos turísticos mais visitados de Niterói, é considerada, pelos militares, como a "Pirâmide do Egito brasileira debruçada sobre o mar", por sua grandiosa estrutura e complexa engenharia; é um sítio histórico único no Brasil, com pedra fundamental no ano de 1555. Suas muralhas foram construídas com pedras cortadas e assentadas a mão, e ocupa uma área de 7.153 metros quadrados.

A Fortaleza possui um acervo composto por 45 canhões dos séculos XVIII e XIX, além de uma capela datada de 1612, com uma imagem de Santa Bárbara do século XVIII. A fortificação está localizada ao lado do canal de entrada da Baia de Guanabara, por onde passam todas as embarcações que chegam ao porto do Rio de Janeiro. Com uma visão privilegiada das cidades do Rio de Janeiro e de Niterói, é um local para se admirar as belezas naturais da região.

Caminhada Ecológica será no Dia 28

No dia 28 de agosto, domingo, a partir das 8h, será realizada a tradicional Caminhada Ecológica e Cultural Duque de Caxias, um passeio imperdível, que acontece há 18 anos, promovendo a integração entre o Exército e a comunidade, num roteiro que une a história do país, uma engenharia ousada, fortificações militares, natureza e paisagens deslumbrantes.

O ponto de partida será no Forte Barão do Rio Branco, construído nos idos de 1567 (Av. Marechal Pessoa Leal, nº 265, Jurujuba – Niterói), seguindo para o Forte São Luís (1769) e Forte do Pico (1918) – essa construção fica a 230m acima do nível do mar. Depois os participantes descem por uma incrível trilha, na escarpa rochosa, construída pelos portugueses, até a Fortaleza de Santa Cruz (1555), onde haverá uma exposição de veículos militares e carros antigos. O percurso total será de aproximadamente 4 km e a expectativa dos organizadores é de reunir 10 mil pessoas.

O evento é gratuito e aberto à comunidade em geral. Os organizadores pedem apenas que os participantes levem 1kg de alimento não perecível, que será doado para instituições de caridade da Região. A organização orienta, também, para que os participantes utilizem calçados confortáveis, roupas leves e bonés, para uma caminhada mais agradável.

Antes do inicio da caminhada, na concentração dos participantes, haverá distribuição de brindes, aquecimento com apresentação de recreadores, além de quiosques com atividades de saúde e reciclagem.

Informações complementares:

Dia do Soldado – O Exército Brasileiro comemora o "Dia do Soldado", anualmente, no dia 25 de agosto, data natalícia do Marechal Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, consagrado como patrono do Exército. Caxias lutou pela consolidação da independência, pacificou províncias conflagradas e conduziu as armas nacionais à vitória nos conflitos da Bacia do Prata.

Tão importantes quanto a eficácia de suas ações militares, foram a firmeza com que enfrentou os desafios e a generosidade dispensada aos adversários vencidos nos campos de batalha. Restabeleceu a ordem no Brasil Império, preservou as instituições, recompôs a coesão nacional e salvou a unidade da Pátria. Daí ter passado à História com o cognome de "O Pacificador".

Forte Barão do Rio Branco (1567) – Ligação entre os Fortes São Luiz e Forte do Pico com o Forte do Imbuhy, teve importante e eficaz participação contra as incursões dos piratas franceses no século XVIII. No local, inicialmente (1555), havia um observatório, que posteriormente foi armado e transformado em Bateria com a construção das primeiras bocas de fogo.

Fortes São Luiz e do Pico – Reportam-nos aos anos de 1769 e 1918, respectivamente, ocupando posições a 230m acima do nível do mar, tinham total dominância da entrada da baía de Guanabara, servindo como posto de observação, defesa aproximada da Fortaleza de Santa Cruz, além de serem inatingíveis pelos canhões das embarcações de suas épocas. Hoje, essas históricas construções apresentam uma das mais belas vistas do País, unindo a entrada da boca da barra e praias da orla interna da Baía de Guanabara.

Outras informações – Seção de Comunicação Social do Comando da AD/1, telefone (21) 2710-2354 (Ramal 2025) ou através dos e-mails: e5_ad1@yahoo.com.br / rp_21gac@yahoo.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *